Empreendedor iniciante? Confira 4 erros que não pode cometer

Empreendedor inciante? Confira 4 erros que não pode cometer

O sucesso de uma empresa se deve a um bom plano de negócios e a disciplina e determinação para seguir o plano. Ser um empreendedor iniciante nem sempre é fácil e, muitas vezes, exige muito esforço e dedicação.

Em seu livro The Lean Startup (A Startup Enxuta), Eric Ries esclarece melhor alguns desses pontos – segundo o autor, o sucesso de um empreendedor iniciante não é uma consequência de bons genes ou de estar no lugar certo na hora certa.

O sucesso pode ser alcançado seguindo metas atingíveis e aprendendo com seus erros e acertos,  o que significa que é possível se educar para obter êxito nos negócios. Tomar medidas para evitar erros frequentemente cometidos por novos empresários é uma parte deste processo. Aqui estão quatro erros que você deve evitar ao iniciar um novo negócio:

Erro 1 – Não estabelecer metas atingíveis

Ao iniciar a sua empresa, o empreendedor deve elaborar um plano de negócios, ferramenta estratégica fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento. Um empreendedor iniciante pode se sentir estimulado a seguir uma grande ideia e trabalhar sem seguir um plano sólido. Mas, para obter sucesso, é preciso definir metas realistas e atingíveis.

Além disso, é preciso estabelecer metas a curto e longo prazo e verificar se elas são específicas e razoáveis. Não diga apenas: “Quero ganhar 500 mil reais esse ano”. Defina uma meta razoável e, em seguida, determine as etapas específicas que serão necessárias para alcançá-la.

Erro 2 – Tentar fazer tudo sozinho

Um empreendedor iniciante não percebe que abrir uma empresa não é um jogo que se ganha sozinho. Para ser bem-sucedido é preciso aprender a liderar uma equipe de trabalho e a capacitar pessoas para auxiliá-lo a alcançar seus objetivos de negócios.

Em vez de tentar fazer tudo sozinho, invista em uma equipe de trabalho competente, que possa crescer à medida que a sua empresa também evoluir.

Suas primeiras contratações moldarão a cultura da sua empresa e esses funcionários serão importantes para determinar o sucesso do negócio. Um empreendedor iniciante pode estar acostumado a desenvolver projetos por conta própria e tende a centralizar todas as decisões. No entanto, essa concentração frustra o trabalho dos funcionários da empresa.

Para obter sucesso, é preciso encontrar um equilíbrio entre prestar atenção aos detalhes e dar aos seus funcionários autonomia suficiente para que eles possam se sentir importantes e responsáveis pelo sucesso e crescimento da empresa.

Erro 3 – Um empreendedor iniciante quer ser perfeito o tempo todo

Muitas Startups acabam se tornando mais competitivas do que empresas tradicionais por serem capazes de criar, errar, recriar e repetir esse processo muito rapidamente. Um empreendedor inciante deve aprender a se sentir confortável de lançar no mercado um produto que ainda pode ser melhorado.

Lançar um produto para testar uma parcela do seu mercado consumidor é uma das melhores maneiras de acelerar o seu aprendizado como empreendedor. Essa é a filosofia central do modelo “Lean Startup”, implementado por empresas em todo o mundo.

Essas empresas lançam no mercado produtos viáveis, mas que ainda estão em fase de teste. Essa versão do produto permite a empresa coletar um grande número de informações sobre os seus clientes e sobre o seu produtos, com um mínimo esforço.

Ao contrário das grandes empresas, os pequenos empreendedores podem falhar com frequência e testar suas ideias para aprender mais rapidamente sobre seus clientes.

Erro 4 – Não gastar dinheiro suficiente ou gastar muito dinheiro

O dinheiro provavelmente será uma das suas maiores preocupações do empreendedor iniciante. O fluxo de caixa da sua empresa no período de pré-lançamento provavelmente estará muito próximo de zero, então economizar dinheiro poderá ser a maior prioridade da sua empresa.

Empreendedores iniciantes tendem a pensar de duas maneiras diferentes: o primeiro grupo segue a máxima: “é preciso gastar dinheiro para ganhar dinheiro”. Já o segundo grupo é adepto da mentalidade “é preciso gastar o mínimo possível até ter um fluxo de caixa decente”.

Ambas atitudes podem ser extremamente prejudiciais quando levadas ao extremo. É preciso gastar seu dinheiro com sabedoria e não economizar ao investir em produtos ou matérias-primas de qualidade. Investir em produtos de qualidade trará benefícios para a sua empresa a médio e longo prazo.

Você é um empreendedor iniciante? Que erros você já cometeu na administração da sua empresa? Compartilhe com a gente nos comentários!

Compartilhar esse post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *